OU

Blog

Automóveis: câmbio automático, automatizado ou CVT?

Nos últimos anos, o brasileiro tem ficado mais exigente com a qualidade dos automóveis. Prova disso, é que boa parte das grandes empresas automobilísticas têm trazido modelos mundiais para o Brasil, iguais aos vendidos no exterior.

Outro forte indício é o crescimento dos carros automáticos, que dão maior conforto, sem embreagem nem necessidade de fazer controle em morros, algo comum em cidades com muitos morros, como em Minas Gerais.

Mas a comodidade e ausência de embreagem não são as únicas coisas que o câmbio automático traz aos automóveis. O que nem todos sabem, é que câmbios automáticos implicam em maior consumo de combustível e manutenção mais cara, bem como maior preço na compra. Isso se deve ao funcionamento e composição, diferentes dos câmbios convencionais.

Outro fato pouco conhecido é a distinção entre os tipos de câmbios, pois nem todos os apresentados no mercado são propriamente automáticos. Na verdade, existem modelos automáticos, automatizados e o CVT.

Tipos de câmbio – Automóveis “automáticos”

 

Automatizado

Diferentemente dos automáticos, esses modelos possuem embreagem. O funcionamento segue o mesmo princípio do manual, no entanto, há um sistema eletrônico presente nesses automóveis, que para realizar as trocas automáticas de marcha.

A troca de marcha é sentida pelo motorista, em função do tranco que o sistema infringe ao veículo. A vantagem deste tipo de cambio é que o preço dos automóveis equipados com ele, é menor.

Um exemplo de câmbio automatizado é o Dualogic, da Fiat.

Automático

O automático tem funcionamento mais complexo. Sem embreagem, ele é formado por um conjunto de engrenagens e um conversor de torque que substitui a peça. A transmissão desse câmbio é mais lenta, o que acarreta em maior consumo de combustível.

Existem modelos de 3 até 9 velocidades, e é importante ressaltar que os automóveis que possuem mais intervalos são sempre mais econômicos com relação ao consumo de combustível, mas podem sair mais caro no momento da aquisição.

CVT (Continuously Variable Transmission ou Transmissão Continuamente Variável)

Igual na ausência de embreagem mas diferente no funcionamento. O CVT possui um sistema que busca otimizar a troca de marchas, troca-las no momento certo da aceleração, de acordo com a pressão exercida pelo motorista no acelerador. Tal sistema evita marchas muito esticadas e diminui o consumo de combustível.

O porém de automóveis equipados com CVT é que o preço costuma sair bem acima dos demais modelos. Além disso, muitas pessoas gostam de ter maior controle do carro, sentir e executar as trocas de marcha.

Para quem curte todos os aspectos de dirigir e quer ter maior controle sobre aceleração do carro, a saída pode ser o bom e velho câmbio manual, com a tradicional embreagem, sem descanso para o pé esquerdo!

Seja seu carro automático ou não, uma coisa é certa, as melhores peças e acessórios automotivos para seu veículo estão na Auto Bitts – visite uma de nossas lojas físicas ou confira nossa loja online!

Automóveis: câmbio automático, automatizado ou CVT?

Produtos relacionados