OU

Blog

Você sabe como funciona um posto de combustível?

Você sabe como funciona um posto de combustível?

A conta é simples: o contador de gasolina abaixou, você leva o carro até o posto de combustível e enche o tanque. Depois, é só virar a chave e deixar o vento bater na cara. Mas, além de pagar a gasolina e ver o frentista manusear a bomba, você já pensou como funciona um posto? Será que é tão simples assim como parece?

 

Há toda uma rede de equipamentos que garantem a segurança de um posto de combustível. Afinal, com tanto líquido inflamável ao redor, uma explosão é a última coisa desejada. Todo cuidado é pouco e esse cuidado requer uma engenharia invisível.

 

Antes mesmo de decidir entre álcool, gasolina comum ou aditivada, aprenda um pouco mais sobre o local que faz seu carro andar por aí.

 

Computador central, nível do tanque e monitoramento

 

Tudo no posto de combustível é controlado digitalmente para controlar o nível do reservatório. O computador central gerencia todos os dados que vem dos sensores eletrônicos instalados no posto. Em caso de emergência no estabelecimento, o computador solta um alarme.

 

O monitoramento é uma forma de verificar se há algum vazamento no tanque do posto. Ele é instalado em volta do tanque e chega até um metro de profundidade. São colhidas amostras do solo para saber se há alguma contaminação.

 

A entrada do combustível no posto

 

O combustível faz um trajeto desde as petrolíferas até as estações que transformam o petróleo em combustível. De lá, eles adentram no caminhão-tanque e são distribuídas entre os vários postos das cidades.

 

Com o caminhão já no posto de combustível, ele é direcionado para uma área específica de descarga. Antes de despejar toda a gasolina, é conectado um cabo-terra para evitar a estática. A mangueira então é inserida no bocal do tanque e, assim, a gravidade cuida do resto. Ao motorista, caberá abrir a válvula que o combustível já será direcionado.

 

O tanque, que fica embaixo do posto de combustível, tem entre 15 a 30 m³ de volume. Isso resulta em uma capacidade entre 15.000 e 30.000 litros, o que enche mais de 300 carros que tenham um tanque de 50 litros. Além do tamanho, o tanque conta com uma parede dupla e é enterrado a 1,20 metro de profundidade.

 

Existe também uma boca de visita, o único contato do reservatório com a superfície. Nela é possível acessar as conexões que ligam o reservatório às bombas.

 

Tubo pescador e bombas do posto de combustível

 

Estamos quase chegando ao tanque do seu carro. Antes, existem duas passagens a serem feitas. Uma é no tubo pescador e outra está na bomba do posto de combustível. O tubo pescador é o cabo que leva o combustível do reservatório as bombas. Ela também serve como barreira de partículas que podem estar localizadas no sub-solo.

 

Já as bombas contém marcadores eletrônicos e uma bomba de sucção para despejar o combustível no seu carro. A bomba, ativada por um motor blindado à prova de explosão, suga a gasolina quando o frentista aperta o gatilho. As informações dos mostradores são levadas através de sensores eletrônicos.
Agora sim, seu carro está devidamente abastecido e você sabe como essa máquina funciona. Está em dúvida se o sensor do seu nível está marcando sua gasolina corretamente? Antes de ir ao posto de combustível, passe na Auto Bitts e renove sua peça!