OU

Blog

Conservando a embreagem: aumentando a durabilidade da peça

Quando aprendemos a dirigir, uma das primeiras lições é que a embreagem é uma das peças vitais do carro. É com ela que controlaremos as marchas, a estabilidade e vários outros itens do veículo. Mas, assim como tudo que faz o seu carro funcionar, a embreagem tem um tempo de duração. Uma hora ela precisa ser trocada, mas você pode fazer com que essa troca demore um pouco mais.

 

Mas antes de sabermos como fazer a embreagem durar mais, vamos entender um pouco mais sobre a peça. Sua função é muito mais detalhada do que apenas “controlar a marcha”. É ela que transmite a rotação do motor para o câmbio e, automaticamente, para todas as rodas do carro. Além disso, há também a função de filtragem das vibrações geradas pelo motor, diminuindo o ruído e os desgastes das peças da transmissão.

 

O kit da embreagem é constituído por três itens: platô, disco e rolamento/atuador hidráulico. O platô é quem transmite a rotação do volante para o câmbio e tem em sua constituição a carcaça da embreagem, a placa de pressão e a mola membrana. É importante ressaltar que não existe a troca de apenas um item do kit. Se houver a troca, será de todo o pacote.

 

Dicas: saiba como usar a sua embreagem corretamente

 

Para que a embreagem tenha uma boa duração, tem algumas boas práticas que devem ser seguidas. Não é nenhum mistério. Tendo cuidados básicos, a peça irá durar muito mais do que o esperado.

 

Descansar o pé na embreagem é um dos principais motivos que aumentam o desgaste. A peça serve apenas para trocar a marcha e é melhor que mantenha com essa única função. Caso contrário, ocorrerá o aquecimento excessivo e o tempo de vida útil vai se encurtar. O mesmo acontece se você utilizar a embreagem como freio em uma rampa. Não é necessário fazer controle nesses momentos.

 

É importante que você também não ultrapasse a capacidade de carga do veículo, muito menos dê arrancadas ou faça reduções bruscas. Acionar a embreagem com suavidade, retirando o pé com calma e respeitando a exigência da marcha sincronizadamente dará uma vida útil maior ao kit. Assim como não arrancar na segunda marcha diretamente. Aliás, para saber como encontrar o ponto da embreagem, é bom pegar essas dicas e não errar mais.

 

Chegou a hora de trocar: saiba quando e como proceder

 

É claro: não existe uma resposta correta para essa questão. A embreagem varia de fabricante a fabricante, sendo exigida uma troca mais rápida em alguns casos. Em média, recomenda-se que a peça seja avaliada a cada 40 mil km rodados e trocado entre 50 mil e 100 km rodados. Mas não é só em números que você tem que fazer a análise.

 

Quando notar que o pedal está duro, exigindo mais força que o costume, já é um sinal. A perda de força na transmissão, fazendo o carro patinar, também é um alerta. Alinhado com uma trepidação e uma dificuldade de engrenar o veículo, o seu carro está pedindo uma nova embreagem.

 

Agora é só cuidar do seu veículo para deixar o carro com a engrenagem durando muito mais. E um lugar que vai deixar seu carro nos trinques é a Auto Bitts! Confira nossas ofertas para deixar seu carango no jeito.

Conservando a embreagem: aumentando a durabilidade da peça

Produtos relacionados