OU

Blog

Parando na hora certa: use as dicas para o melhor uso dos freios

Parando na hora certa: use as dicas para o melhor uso dos freios

Se a embreagem é uma das peças mais importantes do seu carro, os freios vem logo atrás. Não é para menos: serão eles que impedem uma colisão mais forte, diminuem a velocidade do carro e regulam quando você precisar estacionar. Um item tão importante do veículo precisa de um cuidado especial para não te deixar na mão quando necessário. Você sabe como pode conservá-los?

 

Nunca é tarde para aprender e deixar os freios com o funcionamento correto por mais tempo. Listaremos para você algumas dicas para que você possa parar na hora certa sem que o carro te deixe na mão.

 

PARE! Mas devagar…

 

A principal função dos freios no veículo é a diminuição da velocidade que o carro está percorrendo, certo? Só que, ao fazer isso bruscamente, você está encurtando a duração e a qualidade da frenagem do carango.

 

Sempre que possível, utilize os freios de forma suave. Se houver um obstáculo a uma distância maior, vá diminuindo a velocidade graduamente até chegar no local. Não precisa exagerar na força para se direcionar até o vidro do veículo. O seu carro agradece e o seu bolso também.

 

Descida na banguela? Nem pensar!

 

O velho hábito de descer o carro em um morro sem nenhuma marcha é péssima para o seu freio. Não só você o gastará de forma desnecessária, como pode causar um acidente por seu veículo estar sem um controle.

 

Mantendo a mesma velocidade junto à marcha engrenada vai fazer com que seu carro utilize o chamado freio motor. O sistema de freios será poupado e, de quebra, você ainda evitará possíveis acidentes.

 

Em descidas mais longas como rodovias em regiões serranas, o ponto morto pode causar um superaquecimento no sistema de freios. Não só isso: essa prática é proibida por lei. Você não quer ganhar uma multa, muito menos gastar o seu veículo a toa.

 

A cada 10 mil km, olhe os freios

 

Revisão não é um capricho dos motoristas mais cuidadosos. É algo extremamente necessário e muito importante. Se você não quer que os freios te deixem na mão, a cada 10 mil km uma revisão é necessária. Olhe os discos e as pastilhas de freio, prezando pela troca do fluído quando completar a quilometragem.

 

Rodar acima do peso recomendado pela fábrica? Jamais!

 

Todo carro sai com uma recomendação de fábrica para várias coisas: qual óleo do motor usar, qual a calibragem dos pneus e qual o peso máximo que ele aguenta. Não ignore tais indicações. O peso excessivo vai exigir muito mais do seu carro e, consequentemente, dos seus freios.

 

Curvas não foram feitas para frear

 

Antes de chegar na curva, você desacelera o veículo, reduz a marcha e realiza o movimento no volante. Enquanto o seu veículo se desloca na pista, os freios não devem ser acionados, a não ser para evitar um acidente. Fora isso, o desgaste no sistema será muito maior e sua duração menor.

 

Não desligue o carro em movimento

 

A ideia por si só já não é das melhores. Mas se formos analisar somente os efeitos que desligar o carro em movimento causa nos freios, é pior ainda. O servo-freio, responsável por deixar o pedal macio, para de funcionar no mesmo momento que a chave é desligada, exigindo mais para a frenagem. Consequentemente, o sistema de freio será sobrecarregado e desgastado.

 

Com essas dicas, os freios do seu carro não irão te deixar na mão. E, na hora da revisão e da troca das peças, o seu lugar é a Auto Bitts! Passe na nossa loja e deixe seu carango sempre com cara de novo.